Ao fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, concorda com o seu uso neste dispositivo, de acordo com a Política de Cookies e Termos de Utilização do Website do Colégio São João de Brito. Optando pela desativação das cookies, algumas partes do nosso site poderão não funcionar corretamente.
Aceito
Saiba mais

Ano Letivo

Notícias

Rockstock 2019


Como ajudar os nossos alunos do secundário a sair da sua bolha de conforto do colégio, viver a missão de ser contemplativos na ação, e assim se prepararem melhor para o mundo que os espera na universidade?

Foi a partir desta pergunta que, há seis anos, surgiu a proposta do Rockstock. É uma iniciativa dos Campinácios de Lisboa em que os alunos do S. João de Brito do 11º e 12º ano são convidados a uma experiência de voluntariado diferente do habitual, inspirada, em parte, nos objetivos da Missão País, que envolve estudantes universitários católicos de Portugal inteiro a realizar missões de voluntariado nas zonas rurais do país.

No caso do Rockstock, os jovens são um pouco mais novos, mas igualmente cheios de motivação e entusiasmo. Em cada ano têm ido para um sítio diferente, e desta vez foi o caso da Chamusca, uma terra onde a Missão País esteve durante 3 anos, onde depois ainda se realizaram campos de férias com animadores da Missão País que sentiram que ainda havia muito por onde continuar o trabalho, e que agora acolheu este grupo de 52 alunos do S. João de Brito, e 30 animadores. Uma intervenção continuada, portanto, numa terra cuja população local tem reagido de forma muito positiva às experiências propostas.

Ao longo do fim de semana, como já vem sendo habitual em cada Rockstock, os participantes foram divididos em diferentes "missões", correspondentes a várias necessidades da vila: voluntariado no lar de idosos, pintar uma casa, confraternizar porta a porta, etc. Um dos grupos, porém, tinha uma missão especialmente visível: dinamizar o concerto de Rock com que a experiência terminou, e que, como habitualmente, foi a forma de, criativamente, se dar em troca parte do muito bem recebido ao longo dos dias.

Antes do concerto, houve a missa dominical e um almoço partilhado, em que os jovens convidaram toda a comunidade a trazer comida e vir conviver também. Foi um verdadeiro banquete, com sopa da pedra, coelho frito, bolos caseiros e muito mais, e em que, no fim, o grupo da catequese, com cerca de vinte crianças, cantou uma canção feita especialmente para aquele momento. Aliás, o grupo de catequistas da Chamusca esteve com o grupo dos jovens do Rockstock ao longo da experiência. Foi com surpresa e alegria que descobriram até que uma das catequistas, a Cristina, é antiga animadora e fundadora do movimento dos Campinácios, que nasceram há quase trinta anos.

Conta um dos organizadores do Rockstock deste ano, o ex-aluno Pedro Canêlhas da Fonseca: «Na última noite, cantámos todos a canção/oração que se canta nos campos de espiritualidade inaciana, o "Boa noite". Foi um momento consolador para todos. Mais tarde, a Cristina contou-nos que ainda hoje canta esta canção aos seus filhos.

E acrescenta o que, talvez, seja o mais importante: «Foi muito visível que levámos Deus aos outros. Penso, sobretudo, nos momentos de oração, em que muita gente da comunidade veio participar, mesmo pessoas que nunca tinham ido à igreja.»

Que esta iniciativa se repita por muitos anos, sempre no espírito de serviço que deve caracterizar os nossos alunos.

© Colégio de São João de Brito
Propriedade da Província Portuguesa da Companhia de Jesus, Alvará nº 980.